Checklists

Checklists para download

Checklist Titulo da Imagem

Downloads

Modelos de Documentos e E-books para download

Documento Titulo da Imagem

Rede SegMe

Rede Social voltada para o público de Segurança do Trabalho, Medicina Ocupacional, Prevenção de Incêndios, Meio Ambiente e áreas afins. Confira!

Rede SegMe Titulo da Imagem

Frio e Calor no Ambiente de Trabalho

|

frio e calorO Homem possui mecanismos eficazes porque precisa manter a temperatura interna do corpo praticamente constante, entre 36 ºC e 38 ºC, mesmo em condições ambientais extremas.






Para evitar que o calor do ambiente e o produzido pela atividade física realizada tirem a estabilidade da temperatura corporal, o organismo utiliza processos físicos e fisiológicos para dissipar o excesso de calor.


Os mecanismos físicos são:
  • Radiação: é a troca de calor através de ondas eletromagnéticas entre corpos com diferentes temperaturas, isso depende da temperatura superficial dos corpos.
  • Condução: é a troca de calor que acontece entre corpos em contato, dependendo da temperatura dos corpos.
  • Convecção: é a troca de calor entre a pele e o ar, que está relacionada com a temperatura e a velocidade do ar.
  • Evaporação: a evaporação do suor é o único que só gera a perda de calor, que depende da umidade e da velocidade do ar.
Os mecanismos fisiológicos mais importantes são:
  • No frio: redução do fluxo sanguínio superficial e o aumento da atividade física (tremor).
  • No calor: aumento da produção de suor e dos fluxos sanguíneos superficiais, e diminuição da atividade física (moleza).
Os principais efeitos da exposição a ambientes quentes são: choque térmico, desmaios, câimbras e desidratação.
Nos ambientes muito frios, os principais efeitos são: hiportemia (diminuição da temperatura interna do corpo) e o congelamento.

Métodos básicos de prevenção

Calor
  • Controlar as fontes emissoras de calor com a colocação de anteparos ou painéis isolantes ou refletores.
  • Limitar a exigência física do trabalho, programando as tarefas mais pesadas para os períodos mais frios do turno de trabalho. Aclimar o trabalhador às condições ambientais do local de trabalho antes da sua entrada.
  • Limitar a exposição ao calor, aumentando a frequência e a duração dos intervalos.
  • Reduzir a transmissão de calor através de paredes e telhados.
  • Instalar equipamentos condicionadores de ar.
  • Instalar ventilação exaustora para eliminar os focos de ar quente.
  • Disponibilizar água potável mineralizada nas proximidades do local de trabalho. 
  • Isolar os processos, os equipamentos ou suas partes quentes, para evitar o contato e propagação do calor.
  • Fornecer roupas de proteção contra o calor.
  • Realizar treinamentos dos trabalhadores para o reconhecimento de sintomas  e os primeiros socorros relacionados a problemas de sobrecarga térmica.
  • Realizar exames médicos específicos admissionais e periódicos.

Conforto térmico
  • Proporcionar condição térmica agradável à maioria dos ocupantes do local através de sistemas de ventilação e climatização.
  • Reduzir a transmissão de calor através do telhado, das paredes e das janelas.
  • Adequar as variáveis ambientais (temperatura, umidade, temperatura radiante média e velocidade do ar) à atividade física realizada.
  • Garantir que o sistema de distribuição de ar está equilibrado, de modo que as vazões de ar e sua velocidade não causem desconforto e moléstias devido às correntes de ar.
Frio

Fornecer roupa de proteção contra o frio, considerando os seguintes fatores:
  • A roupa deve proporcionar isolamento contra o frio, o vento e a umidade;
  • Deve permitir a transpiração e dissipação do excesso de calor gerado durante o trabalho;
  • Deve permitir a realização cômoda do trabalho (considerar o peso e o volume da roupa).
Adotar difusores nos sistemas de distribuição do ar frio de modo a impedir ou minimizar
as correntes diretas de ar sobre as pessoas.

Isolar os processos, os equipamentos ou suas partes frias, para evitar o contato.

Reduzir ou eliminar as tarefas de mera vigilância que exijam pouca atividade física.

Evitar o contato direto com equipamentos ou com suas partes frias por meio de isolamento.

Limitar a duração da exposição aumentando a frequência e a duração dos intervalos de descanso
e recuperação, ou permitindo a autolimitação da exposição.

Realizar programas de treinamento dos trabalhadores para o reconhecimento precoce dos sintomas da exposição inadequada ao frio bem como quanto aos primeiros socorros necessários.



Poderá gostar de:


2leep.com



2 comentários:

  1. Guilherme
    essa postagem é muito rica, muito completa!
    Não sabia que a tremedeira que sentimos no frio é para regular a temperatura do corpo... é vivendo e aprendendo e agora aprendi mais!

    Abraços

    ResponderExcluir